Condropatia (Condromalácia) da Patela

A condropatia patelar ou “condromalácia” do joelho normalmente provoca sensação dolorosa ou desconfortável na frente do joelho, que fica mais evidente após ficar sentado em uma mesma posição por muito tempo ou ao subir e descer escadas. A condromalácia pode causar ainda estalos/estalidos, crepitações no joelho e sensação de rigidez articular.

Condropatia Condromalácia da Patela

A condromalácia é mais frequente em mulheres e no joelho normalmente está localizada nas superfícies da patela e tróclea do fêmur.

Trata-se de lesão na cartilagem articular da patela, osso localizado no joelho. Estas lesões podem variar de lesões leves com amolecimento da cartilagem a lesões severas com acometimento total da cartilagem e exposição do osso abaixo dela.

√Grau I: mínimas alterações na cartilagem, amolecimento com mínima ou nenhuma fissura na superfície.
√Grau II: área de fibrilação ou fissura pequenas e uma superfície irregular
√Grau III: fibrilações e fissuras maiores
√Grau IV: cartilagem articular desapareceu, possibilitando exposição e erosão do osso subcondral

Condropatia Condromalácia da Patela 2

Entre as causas destas lesões temos: mal posicionamento da patela, uso exagerado de calçados de salto alto, sobrecarga da articulação principalmente no exercício de cadeira extensora, corrida e outros exercícios na academia, falta de alongamento e fortalecimento muscular.

O tratamento de lesões iniciais (graus 1, 2 e 3) é não cirúrgico e envolve uso de medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia com fortalecimento da musculatura dos membros inferiores e alongamento da musculatura posterior da coxa e perna. Além disso, mulheres devem evitar o uso de sapatos com salto alto e atividades de sobrecarga sobre a articulação do joelho como corrida em piso duro e exercícios com flexão exagerada do joelho na academia.

Existem outros tipos de tratamento complementares como:
– uso de medicamentos condroprotetores (Condroitina e Glicosamina) visando “lubrificar” e proteger a articulação.
– perda de peso visando diminuir a sobrecarga sobre a articulação patelo-femoral
– infiltração articular com ácido hialurônico no joelho

O tratamento cirúrgico fica reservado para casos de falha do tratamento conservador e lesões condrais graves (grau 4). O tratamento com cirurgia pode variar de acordo com o caso em: microfraturas no local da lesão, mosaicoplastia, transplante autólogo de condrócitos.